domingo, 29 de abril de 2012

lei das cotas carrega o pior tipo de racismo


o texto não é meu, foi tirado do painel do leitor da Folha. Quem escreveu foi Maria Cristina Rocha Azevedo e apenas não quis ser redundante, por isso apenas ctrl c ctrl v...


A razão pela qual os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) não conseguiram justificar a aprovação do racismo no Brasil é que este não pode ser dito em voz alta.
Quem defende essa lei preconceituosa e discriminatória das cotas raciais em universidades públicas simplesmente considera, lá no fundo da alma, negros e pardos como seres humanos que sem privilégios não chegam a lugar algum.
Os próprios negros militantes da causa apresentam-se como sendo de uma "casta superior".

Já os brancos pobres, por serem brancos, conseguiriam superar as barreiras por si, naturalmente. Os racialistas, inclusive os do STF, comportam-se ainda como "nhonhôs" magnânimos, típicos das fazendas coloniais, distribuindo pequenas bondades aqui e ali, reduzindo assim o peso de seu preconceito, mas, de certa forma, mantendo os grilhões bem azeitados.
Não existe outra explicação plausível. A lei das cotas carrega em seu bojo o pior tipo de racismo, fantasiado de politicamente correto.



http://www1.folha.uol.com.br/paineldoleitor/1081927-lei-das-cotas-carrega-o-pior-tipo-de-racismo-avalia-leitora.shtml

foto de pssunb.blogspot.com
.

sexta-feira, 13 de abril de 2012

O voto... ai ai ai.. o voto... Mas isso saiu na Globo.

recebi esse vídeo por mail e ele parece ser fidedigno. No mail diz que a Globo foi freada nas apresentações subsequentes do mesmo, sendo mostrado somente no primeiro jornal da manhã e depois bloqueado.

é mais um elemento para pensarmos no nosso voto. Para pensarmos qual nossa opção, nossa saída... se há luz no fim deste túnel pestilento. Para pensarmos se há como tirar o Brasil, amado e maravilhoso Brasil, das mãos desta corja de malfeitores.

video